1 de Setembro, 2010

Bem aventuranças de Betânia

Bem aventuranças de Betânia 7- Felizes os que são fiéis a si mesmos e guardam a sua inteireza - porque neles se revela a presença inefável de Deus.
1 de Julho, 2017

Da ecologia exterior à ecoespiritualidade

Manuela Silva Julho – Agosto  2017 O primeiro passo para uma ecoespiritualidade é refundar a nossa representação do Cosmos, restituindo-lhe a sua dimensão de mistério. (Michel Maxime Egger) Felizmente vai-se afirmando, nas esferas nacionais e supranacionais, a consciência da necessidade e da urgência de aprofundar e pôr em prática princípios e normas que promovam uma relação sustentável da Humanidade com o Planeta, “a nossa casa comum”, na expressão carregada de emoção e afecto de que fala o Papa Francisco. Ainda […]
1 de Dezembro, 2017

Laudato Si’ – um apelo a uma nova civilização

Manuela Silva Dezembro  2017 A encíclica Laudato Si’ é, talvez, o primeiro ato de um apelo a uma nova civilização. (Edgar Morin) Só quem aceita – ou escolhe – passar pela vida em permanente condição sub-humana de sonambolismo e indiferença perante o que acontece à sua volta e no mundo, não dá conta dos múltiplos desafios ecológicos, económicos, sociais e de sobrevivência como espécie com que a Humanidade está confrontada neste primeiro quartel do século XXI; uma situação com tendência […]
1 de Janeiro, 2019

Todos somos responsáveis pelo bem comum

Manuela Silva – Janeiro 2019 (…) tomar a sério a política, nos seus diversos níveis – local, regional, nacional e mundial – é afirmar o dever do homem, de todos os homens, de reconhecerem a realidade concreta e o valor da liberdade de escolha que lhes é proporcionada, para procurarem realizar juntos o bem da cidade, da nação e da humanidade… As recentes manifestações de contestação social (sejam elas as greves simultâneas por parte de distintos sectores socioprofissionais que se […]
1 de Fevereiro, 2019

O quotidiano lugar de revelação

Manuela Silva. Fevereiro 2019 ” O Senhor está realmente neste lugar e eu não o sabia! (Gen 28,16) “ Na sua última conferência, realizada em Lisboa em 5 Outubro passado, Luciano Manicardi, prior do Mosteiro de Bose (Itália) lançava esta interrogação: “se até numa colherinha de café o sol se reflete”, devermos perguntar-nos: existem coisas “banais”?  Toda a conferência foi uma interpelação dirigida ao modo como olhamos o nosso quotidiano, nas suas múltiplas vertentes e como o vivemos na relação que temos […]
9 de Março, 2019

Greta Thunberg – a voz dos pequenos

A presença de Greta Thunberg na COP 24
1 de Abril, 2019

Um novo dinamismo de mudança

Manuela Silva Abril 2019 A conversão é a inversão da rota do navio que, se continua assim, vai direita às rochas. Não serve fazer a conta dos bons e dos maus, é preciso reconhecer que é todo um mundo que tem de mudar de direção: nas relações, na política, na economia, na ecologia. (Ermes Ronchi) Diante de alguma calamidade natural, acto de terrorismo, doença grave, morte prematura, sempre surge a interrogação: Onde está Deus? Esqueceu as suas criaturas ou está, […]
1 de Maio, 2019

A fé é uma travessia

O Senhor começou uma história de amor com as pessoas e quer abraçar toda a criação nesta história. A maneira de lutar contra o mal, que nos ameaça e ameaça o mundo todo, só pode residir no nosso ingresso neste amor em última instância. Esta é a verdadeira força contra o mal, já que o poder do mal surge da nossa recusa em amar a Deus. (Bento XVI)
1 de Junho, 2019

Um gesto profético: Pacto mundial por uma economia que faz viver e não mata

"Nós tentámos dizer a nós próprios que progresso queria dizer crescimento e que crescimento significava bem-estar, mas o que a crise ambiental tem revelado é que o crescimento sem limites é a maior ameaça ao nosso bem- estar". (George Montbiot) Não por acaso o Papa Francisco escolheu o dia 1 de Maio (dia mundial do trabalhador) para lançar ao mundo um desafio profético: a concretização de um pacto mundial por uma economia que faz viver e não mata; uma economia diferente, que humaniza e que cuida da criação; uma economia que não exclui nem descarta pessoas e povos.
Contactos